A� A� porA�

Um pescado mais sustentA?vel e socialmente justo no prato dos brasileiros. Este A� o objetivo do Programa Pesca+SustentA?vel, promovido pela ONGA�ConservaA�A?o Internacional (CI-Brasil), incentiva o estabelecimento de cadeias de pesca mais sustentA?veis no paA�s.

Dentro dessa perspectiva, a disseminaA�A?o da informaA�A?o sobre a procedA?ncia do pescado e a vinculaA�A?o de sua produA�A?o a essa cadeia de produA�A?o A� fundamental para que o consumidor possa escolher de maneira mais consciente o que come.

QRCodeTagPriscilaStefenPEscaNa cidade de SA?o Paulo jA? A� possA�velA�entender como essarastreabilidade funciona. OA�Pesca+SustentA?vel promove, atA� o dia 4 de setembro, aSemana do Caranguejo. VA?rios restaurantes na capital paulista, e um na cidade de SA?o SebastiA?o, oferecem pratos elaborados com o caranguejo-uA�A? da Reserva Extrativista de Canavieiras (BA). O pescado A� colhido de forma artesanal, rastreado desde sua origem. Uma tag com um QR CodeA�(foto)A�traz todas as informaA�A�es ao consumidor.

O programa conta com a parceria de vA?rios chefs (veja abaixo) para incentivar a utilizaA�A?o desse caranguejo e difundir a importA?ncia do rastreamento e do manejo sustentA?vel para garantir a qualidade do pescado e valorizar melhores prA?ticas nas comunidades pescadoras.

pesca-mais-saudavel-prato-divulgacaoParticipam da Semana do Caranguejo na capital paulista os restaurantes Suri (chef Dagoberto Torres), KarA? (chef Andre Ahn), Taioba (chef Eudes Assis), alA�m do Eau, Kinu e CCultura Caseira, localizados no hotel Grand Hyatt, local que abrigou o lanA�amento da Semana na A?ltima segunda-feira. A Peixaria Nossa Senhora de FA?tima fornecerA? o caranguejo aos restaurantes por encomenda.

a�?A� um grande prazer participar deste projeto em parceria com a ConservaA�A?o Internacional, contribuir com aproteA�A?o da natureza e ajudar no desenvolvimento da pesca sustentA?vel. Iniciativas como estas sA?o muito importantes para conscientizar a populaA�A?o e proteger o meio ambiente para as prA?ximas geraA�A�esa�?, ressaltaThierry Buffeteau, chef executivo do hotel Grand Hyatt SA?o Paulo.

A mobilizaA�A?o na capital paulista se iniciou em maio deste ano, quando 15 chefs se reuniram para conhecer oprograma Programa Pesca+SustentA?vel no restaurante Dalva e Dito, com o chef Alex Atala. Outra iniciativa importante foi uma oficina de beneficiamento realizada no restaurante Clandestino, da chef Bel Coelho: a�?Ter participado da oficina foi fundamental para conhecer a fundo, alA�m do produto em si, todas as etapas que o caranguejo atravessa, desde sua origem. Aprender a limpar um caranguejo com a Dona Maria, de Canavieiras, foi umas experiA?ncias mais deliciosas do ano. Lembrar que os produtores tambA�m sA?o protagonistas no ramo da gastronomia A� muito importantea�?.

Pesca mais sustentA?vel, ambiental e socialmente

Segundo a CI-Brasil, mais de 80% das espA�cies de pescado exploradas economicamente na costa do Brasil estA?o ameaA�adas pela pesca predatA?ria e ilegal. O programa pretende oferecer mais transparA?ncia A�s cadeiras de produA�A?o e comercializaA�A?o do paA�s por meio da rastreabilidade do pescado.

Realizado em parceria com a ComissA?o Nacional para o Fortalecimento das Reservas Extrativistas e dos Povos Extrativistas Costeiros Marinhos (CONFREM) a�� que representa povos e populaA�A�es tradicionais extrativistas de 18 Estados brasileiros, e mais de 100 mil famA�lias a�� e o ICMBIO/MMA (responsA?vel pela gestA?o das reservas extrativistas federais), o Programa Pesca+SustentA?vel foi vencedor, em 2014, do Desafio de Impacto Social Google.

Hoje hA? quatro pescarias com projetos piloto nas Reservas Extrativistas Canavieiras e CassurubA?, na Bahia, e tambA�m em SA?o JoA?o da Ponta e MA?e Grande do CuruA�A?, localizadas no ParA?. As pescarias de caranguejo-uA�A? de Canavieiras e SA?o JoA?o da Pontas estA?o mais avanA�adas, com produtos chegando ao mercado dentro dessa concepA�A?o de pesca sustentA?vel.

A intenA�A?o A� que esse sistema de rastreabilidade esteja disponA�vel para as principais pescarias das reservas extrativistas costeiras e marinhas do Brasil, atingindoA�cerca de 60 mil famA�lias de pescadores tradicionais em 22 reservas do paA�s nos prA?ximos 18 meses.

AlA�m da parceria estabelecida com os restaurantes em SA?o Paulo, o Pesca+SustentA?vel vem trabalhando com estabelecimentos parceiros em BelA�m e em VitA?ria, onde as cadeias estA?o em fase experimental e de ajustes.

EstA? tambA�m no horizonte do trabalho a produA�A?o de um aplicativo para informar ao consumidor sobre a procedA?ncia do peixe comprado.

Confira aqui para saber onde experimentar o pescado da Reserva Extrativista de Canavieiras nessa Semana do Caranguejo em SA?o Paulo:
a�� Eau, Kinu e CCultura Caseira:A�Hotel Grand Hyatt SA?o Paulo a�� Av. NaA�A�es Unidas, 13301, fone: 11 2838 1234, Itaim Bibi, SA?o Paulo/SP
a�� Suri:A�R. Mateus Grou, 488, fone: 11 3034-1763,A�Pinheiros, SA?o Paulo/SP
a�� KarA?:A�R. Joaquim Antunes, 48, fone: 11 2507-5932, Pinheiros, SA?o Paulo/SP
a�� Taioba:A�Rua Tijucas, 55, Fone: 12 3865.2846, SertA?o de Camburi, SA?o SebastiA?o/SP
a�� Peixaria Nossa Senhora de FA?tima:A�R. Pedro Cristi, 89, fone: 11 3032-1221, Pinheiros, SA?o Paulo/SP

Fotos: Priscila Steffen/CI-Brasil